Difícil… só que não!

imageTiago apóstolo afirma em sua carta que a fé sem obra é morta, indo na contra-mão dos evangélicos cristãos que afirmam que apenas ter fé já estão salvos, porque são salvos pela fé e pronto!

Preguiça de ler? Então ouça!

Bem, se isto é verdade, o que não é, já seria uma comprovação que não precisam ir às igrejas nem a cultos, creu e se safou!

Acontece que as pessoas tem uma falsa sensação e compreensão do que é crer. Mas esta falsa sensação é criada pelo sistema religioso e seus pastores e não pelas escrituras.

Os ensinamentos de Jesus é muito mais amplo, simples e direto quanto estes homens de terno e gravata querem que você compreenda.

Eles ensinam que a salvação está em crer no nome de Jesus, mas esquecem de dizer que ele, Jesus, que era o dono das palavras que estão escritas disse diferente, ele afirmou que “aquele que crê em minhas palavras e ÀS PRATICA”. Não basta crer da forma como a igreja de pedra fendida quer que você creia.

Crer não é dizer amém ao que está escrito apenas por estar escrito, mas é praticar o que está escrito e este é o nome de Jesus.

Em João, Jesus deixa claro o que quero dizer:

Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim (nas minhas palavras, no que eu digo) também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai. João 14:12

Porém o sistema acredita e quer que você acredite que fazer obras maiores é este show na tv ou nos cultos demoníacos deles, aqueles milagres fajutos, a glória deles no seu bolso e etc.

Não isso, Jesus não falava dos milagres e sim da obra. Os milagres são consequências e méritos do coração, mas a obra é resultado de sua dedicação em amor ao próximo.

Por isso Jesus diz ainda e ensina:

Mas, se as faço, e não credes em mim, crede nas obras; para que conheçais e acrediteis que o Pai está em mim e eu nele. João 10:38

Não é nele como “pessoa” que devemos crer, mas em sua obra e dela devemos fazer a nossa obra para que nossa fé seja viva.

“se não crê em mim, creia nas obras”

Senão fosse assim, não haveria necessidade de mais nada.

imageEstamos salvos e isto é incontestável, se vamos ou não nos condenar é outra coisa, mas salvos estamos e portanto não precisamos de nenhum intermediário, já temos nosso intermediário. Se somos o templo, não precisamos de um templo.

Procurar intermediários e templos, igrejas e estes antros tantos, é ignorar o sacrifício. fazer com que toda a obra de Cristo se torne em vão em nossas vidas.

Fácil de compreender quando analisamos de uma ótica diferente. Imagine que você goste muito de uma banda musical e o seu pai lhe dá, com muito sacrifício, o ingresso. Você fica extremamente feliz por isso. Por tamanha felicidade resolve plastificar e colocar numa moldura.

No dia do show, você vai a fila feliz da vida porque vai assistir ao show, mas seu ingresso está na sua casa emoldurado. Quando chega a sua vez de entrar, não pode passar da portaria pois não tem ingresso, nem dinheiro para outro, nem tempo de ir buscar o que deixou em casa e, pior ainda, se tiver o dinheiro ele está esgotado nas bilheterias.

De que adiantou ter o ingresso? De que adiantou o sacrifício de seu pai para compra-lo? Acaso não foi ignorado o sacrifício de seu pai?

imageO mesmo ocorre se você busca o Pai e a Cristo dentro do sistema religioso, você ignora o sacrifício e fica numa fila para um reino ao qual você não poderá entrar.

Porém, existe uma coisa, não importa se você crê em Cristo, se conhece a bíblia e etc. Isso tudo não importa pois não é o que irá garantir a sua entrada no Reino, mas a prática do Amor ao Próximo, pois esta é a obra.

Se você ama ao próximo, você está no Pai e o Pai em você.

As escrituras não foram escritas para quem é cristão, em primeiro lugar. Por isso não se julgue melhor ou “mais salvo” que outros, pois está errado.

Não pense em ti como um servidor, não é escravo, mas uma pessoa justa. E que a misericórdia prevaleça sobre a justiça para que seja justa!

Jesus diz:

Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. João 5:24

Quem tem a obra em si, que a compreende e a pratica, não passara pelo juízo, já possui a vida. Mas para que não confunda que Jesus diz do ensinamento e no Pai, como ele afirma aqui, repito um versículo:

Mas, se as faço, e não credes em mim, crede nas obras; para que conheçais e acrediteis que o Pai está em mim e eu nele. João 10:38

Por mais difícil que seja compreender as escrituras, leia! Mas leia com muita atenção e sem pausas, sem pular de um livro a outro, de um verso a outro. Leia initerruptamente e linearmente. A e escritura se tornará clara, simples e compreensível.

Nesta hora compreendemos que o Mandamento de Jesus de tudo o que ocorre é o mais importante:

“Amais-vos uns aos outros como eu vos amei.”

Porque esta foi a obra dele, o que ele nos deixou como ensinamento, tudo o que disse e o que nos pediu para fazermos.

Sem nada mais.

Por isso, não procure justificativas, leia! Saia do sistema. faça valer o sacrifício e permaneça no evangelho que é o seu ensinamento.

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *