O Pai a existência da inexistência.

imageNuma das últimas postagens, chamada “Poesias”, mencionei que a criação das Escrituras, o Gênesis, é um texto poético e portanto deve ser entendido também de forma poética.

Mas ao dizer que o mundo não foi criado em seis dias, da forma como imaginamos linearmente dentro de nosso tempo, algumas pessoas começaram a me questionar a respeito.

Bom, me desculpem, sim peço desculpas, não pela postagem, mas pelo que direi agora.

Tolo, idiota e burro!

Ao idolatrar a bíblia como se ela fosse um deus, as pessoas esquecem de usarem um pouco a inteligência que o Pai lhe constituiu e a capacidade de entendimento, já que batem no peito dizendo que possuem o Espírito Santo, ignorando a lógica mais simples de todas. A RAZÃO!

Se acham que o que eu disse é um absurdo, o fato simples de dizer isso, mostra que não conhece nada além daquilo que o pastor lhe ensinou.

É um burro com cabresto e tapa olhos!

Tem o livro nas mãos e lhe dá tamanha santificação e idolatria, que tem medo de ler suas palavras e conhecer da forma como deve ser conhecido.

Entenda de uma vez, estes pastores não querem que você compreenda a verdade, porque a verdade liberta. Eles querem te manter preso de tal maneira, que o simples fato de você questionar já se torna um pecado.

Na escritura, em diversas partes é falado da presença do Pai como uma presença atemporal. Sim, o Pai é ATEMPORAL.

A própria existência que a Escritura usa para definir o Pai já define que Ele está acima do tempo, no tempo e é o próprio tempo.

O Pai é, em primeira instancia, ONIPRESENTE, ou seja, está em tudo e em todos os lugares ao mesmo tempo!

Isto significa que Ele simplesmente é!

Alguns pastores idiotas e filhos do capeta, dizem que o Deus se desdobra para estarem em todos os lugares, então por esta afirmação já é possível identificar o tipo de pessoa é este pastor.

Sim, porque para Eles o Espírito Santo tem que baixar quando começa o culto e o Deus deles somente se manifesta em dias de culto. Besteira, blasfêmia e ignorância. Uma clara alusão de seu entendimento das Escrituras.

O Pai não se desdobra, não precisa destas artimanhas, Ele simplesmente É e por isso está em tudo.

“Eu Sou”, foi dito a Moisés. Porque não é possível personificar a existência do Pai.

imageO tempo é uma criação humana na tentativa de explicar e tentar compreender a existência em momentos da história, assim como explicar a fragilidade da vida, que tem seu início e fim determinado num espaço dimensional, impossível de ser analisado e compreendido. A isso aplicamos formas de medir este espaço dimensional e passamos a chama-lo de tempo.

Na mitologia grego romana, Chronus é o deus que determina o tempo e a ele é atribuído tudo que esta sujeito ao tempo. Dizer que o Pai está sujeito ao tempo é o mesmo que lhe conceder um lugar de existência no universo abaixo de Chronus! Sim, pois Ele estaria sujeito ao tempo.

O Pai não é um deus e nem está sujeito a um deus! O Pai é a própria existência de tudo o que conhecemos, daquilo que compreendemos, daquilo que não compreendemos e de tudo o que existe e de tudo o que poderia existir. ELOHIN!

O tempo como compreendemos aqui é irrelevante, caso contrário, o sacrifício de Jesus não teria nenhuma serventia ao nosso tempo, mas somente para aqueles que viviam em sua época. Cada geração necessitaria de um novo Cordeiro.

Mas o sacrifício não foi feito, ele é feito a todo instante, porque é igualmente ATEMPORAL.

Jesus fez o sacrifício num período da história que seria lembrado para todo sempre, porém é tão atemporal que o sacrifício serve ao mesmo tempo e sem se desdobrar para as pessoas que estavam vivas em sua época, assim como é para a nossa geração e para as gerações futuras. Mas a glória é tão imensa que o sacrifício também foi feito para aqueles que vieram antes de seu tempo.

Compreendem?

Alguns exegetas pastoreais chegam ao absurdo de dizer que as almas dos antigos ficaram aguardando o sacrifício para se libertarem, mas se o sacrifício é igualmente ATENPORAL, mesmo antes dele ter sido feito, as gerações passadas já estavam sob ele.

Caim foi remido pelo sangue do Cordeiro, Davi teve seus pecados lavados, os profetas foram lavados em seu sangue e todas as almas existentes foram salvas em seu próprio tempo pelo Sacrifício do Cordeiro. Mesmo que para nós ele ainda não houvesse sido feito.

Assim hoje, como uma alma ainda inexistente poderia já estar sob o sacrifício se ele não fosse ATEMPORAL?

imagePor isso, aqueles que querem definir o Pai como um ser linear, vão estudar, ou se calem! O Pai é Eterno e sempre existiu e sempre existirá. Até mesmo quando a última estrela se apagar, o Pai será! E esta condição somente pode existir sendo Atemporal.

Agora, se me perguntar se isto tudo importa, eu direi que nem um pouco! Isso é completamente irrelevante!

Não fará a menor diferença para mim, para você, para o pastor, nem para o Pai ou para o Cristo. Isto só serve para gerar conflitos e discussões e nada mais.

Ao Pai apenas tem serventia que se cumpra com seu mandamento, de Amar ao próximo como a nós mesmos!

Nem mais nem menos!

Mas pensem e meditem nisto, fora do Tempo.

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *