HaSatã, o Acusador de si mesmo!

imageNas escrituras, nos originais em hebraico, não encontramos a palavra HaSatã ou Diabo do grego, referenciando uma entidade ou personalidade. Existe a palavra inimigo, associado aos inimigos propriamente dito do povo Hebreu/Judaico e também ligado ao gafanhoto que come a colheita. Mas não ligado a nenhuma entidade espiritual como um diabo.

Preguiça de ler? Então ouça!

Diabo é a tradução grega de HaSatã, do hebraico, que significa: Opositor, antagonista. É chamado numa tradução mais próxima do real sentido como, “acusador”.

O sistema interligou e misturou inimigo e diabo numa mesma personalidade para o engano, sim, para o engano. Usando desta forma as pessoas possuem uma ideia unilateral que diabo é o inimigo de jesus e do povo, que ele tenta para cairmos, assim anularia a salvação proposta pelo sacrifício do cordeiro.

Em Lucas 9:23, Jesus diz que para segui-lo é necessário NEGAR A SI MESMO. E aqui entra uma das chaves mais maravilhosas de toda a escritura.

Negar a si mesmo, o sistema ensina como abandonar tudo o que for do mundo e se entregar a Cristo, bonito isso, mas se o sistema não o faz porque você deve fazer? “Entregue suas coisas ao sistema e sirva virtualmente a Cristo”.

Você nega mas os sacerdotes não!

imageNegar a si mesmo é acusar-se, é ter consciência de seus erros, admiti-los para si mesmo e observá-los, compreendê-los.

Aí o Acusador passa a fazer sentido. Nós somos as trevas na qual o Cristo deve resplandecer, mas se somos as trevas, se somos capazes de pecar, de mentir e de toda a sorte de maldade, aonde entra o diabo nisto?

Ficou fácil jogar a culpa num diabo de nossos erros, isso não é admitir nada do que fazemos ou somos capazes de fazer.

Dizer: “antes eu era do mundo, pecava porque o inimigo me deixava cego, agora sou de Cristo”! E toda a sorte de bla, bla, blá. Fácil, porém inútil!

Negar-se é aceitar nossas falhas. Não apenas aonde falhamos, mas aonde podemos falhar. É nos conhecer!

Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido.
1 Coríntios 13:12

O Acusador, somos nós mesmos!

O pecado somos nós que cometemos, porque caímos em nossas próprias tentações. Se somos gulosos, andamos em busca daquilo que satisfaça nossa gula, assim sendo, se gostamos da luxuria, procuraremos a luxuria.

Porque o que semeia na SUA carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. Gálatas 6:8

imageCristo ao ser tentado durante seus quarenta dias no deserto, era seu próprio acusador. E venceu a si mesmo, pois era livre de pecados.

“O Mundo Jaz do Maligno!” Sim, o mundo morre no maligno e por certo pertence ao maligno. Vivemos no vale da morte e das sombras. Nascemos todos condenados a morte, então, qual o sentido disto tudo? Dizer que aceita Jesus e ploft?

As pessoas são más e da maldade precisam se libertar. Precisam Amar, como Ele nos Amou.

imageA nossa função é sermos livres verdadeiramente, deixar de sermos meros animais e passarmos a ser seres Resplandecentes de Luz! Aceitar a Luz de Cristo, o Salvador em nós. Isso não é por palavras, mas por obras.

Não apenas por fé, como ensinam, mas por obras, porque a fé sem obras é morta!

Entender o que nos leva a pecar, a cair em tentação é o que nos livra da tentação. Saber aonde está nossa fraqueza, nos faz tirá-la de nossa vida.

E, se a tua mão direita te escandalizar, corta-a e atira-a para longe de ti, porque te é melhor que um dos teus membros se perca do que seja todo o teu corpo lançado no inferno. Mateus 5:30

Aniquilar de nós mesmos as trevas, através dos ensinamentos de Jesus na presença do Pai. Do Pai que é Amor!

Amar verdadeiramente nosso próximo nos transforma da água para o vinho, faz com que nos tornemos humanos verdadeiros e filhos verdadeiros do Pai.

Em que pecaremos ou seremos tentados se o acusador não encontra do que nos acusar? O que o terá de oposição para se opor a nós?

Percebem que tudo se resume no Amor?

Por isso Amar ao próximo verdadeiramente é cumprir a Lei e os Profetas, mesmo que não conheçamos uma só palavra dos profetas e nenhum dos preceito da Lei.

Enfatizo aqui e que é de extrema importância que leia as escrituras em seu contexto, não somente o versículo. Aqui não tenho como colocar o contexto todo, ficaria muito mais extenso nossos textos, mas pedimos que leia tudo e deste tudo tire sua própria conclusão de seu próprio entendimento.

Isso destaco aqui porque o sistema utiliza de um método de convencimento errático, e uma das passagens que o sistema utiliza para ensinar que HaSatã é uma entidade, se lido isoladamente convence, mas se ler o contexto todo, é desmentido logo adiante. Veja:

Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo.
E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.
2 Coríntios 11: 13 , 14

Hum… depois eu explico aqui, vamos no que desmente primeiro.¹

O que digo, não o digo segundo o Criador, mas como por loucura, nesta confiança de gloriar-me.
2 Coríntios 11:17

Percebem o que Paulo quis Dizer?

Ele mostra que os falsos pastores (¹aqui volto na explicação), fala dos próprios sacerdotes, que hoje são pastores e padres, que roubam a gloria, são fraudes e seria o mesmo que transformar HaSatã num anjo de Luz.

Porém no versículo 17, Paulo já afirma que ele fala isso por ele mesmo e não pelo Criador. E ele fala que diz tais palavras como loucura. Pois assim é o sistema, louco e insano, tentando se glorificar usurpando a glória do Pai e de Cristo como sua! São fraudes e nada mais.

Casas Vazias.

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *