O que o Pai deseja de nós?

ADONAI já nos mostrou o que é bom, ele já disse o que exige de nós.

O que ele quer é que façamos o que é direito,

que amemos uns aos outros com dedicação

e que vivamos em humilde obediência a ADONAI.

Miqueias 6:8

image

Existem passagens que o sistema não mostrará para você, ele não lê e não incentiva a ler.

Caso haja a necessidade de pincelar sobre o tema, pode ter certeza que será fora do contexto.

Mas porquê?

Preguiça de ler? Então ouça!

Simples, porque se der a chance de você pensar a respeito, entenderá que não há a necessidade de religião (sistema religioso).

E isto tudo não encontramos somente nos livros do Novo Testamento, mas em toda a Tanach (Antigo testamento).

Já vimos no tema relacionado a Salomão, que ele instituiu os dogmas e ritos religiosos dos quais muitos ainda são praticados até os dias de hoje.

No livro de Miqueias, o qual devemos ler todo para entender a relação de suas palavras dentro do contexto, mas aqui vamos explanar sobre o capitulo 6, aonde as palavras Senhor e Deus substituímos como nos originais por ADONAI, fica claro qual o Mandamento do Pai, o que Ele busca e quer de nós.

imageJá no tratado anterior, citamos uma frase de Jesus que está nas escrituras da Tanach, “Misericórdia Quero”, percebemos que em todos os momentos das Escrituras, a palavra é sempre a mesma:

Que não se dogmatize o que não precisa de culto!

O Pai é perfeito, é Amor! Então, porque Ele precisa de culto?

Isso é fato amigos, o Pai não precisa de nada! E mais, Ele nos dá a liberdade de ignorá-lo e mesmo agir sem a sus existência. Pode parecer uma blasfêmia, mas o Pai nos dá sem nada querer em troca.

Em Paulo encontramos a resposta porque o Pai não se importa e nem quer cultos, adorações, quer apenas o Amor entre seus filhos.

O amor tudo sofre, é benigno; o amor não sente inveja; o amor não é leviano, não se envaidece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
1 Coríntios 13:4,5

Percebem? Quando Paulo cita o Amor ele fala do Pai!

Entenda que a palavra adulterada em muitas bíblias por aí está como caridade, mas leia Amor. Caridade não é o mesmo que amor embora devemos praticar a caridade com Amor.

Tanto que se pode fazer caridade com interesse, mas amor verdadeiro, este não tem interesse de nenhuma espécie.

Então se o Pai é benigno, não tem inveja, não é leviano e não se envaidece; se o Pai é decente e não busca por interesses próprios, NÃO SE IRRITA e nem suspeita mal, como ele poderia querer que o adoremos, cultuemos e o servimos? Se tudo isto é vaidade, leviano e de interesse próprio?

Não faz sentido? Faz?

Eu sempre pergunto e não me cansarei de perguntar, o que podemos fazer para o Pai que Ele precise que o sirvamos?

Nada!

imageMas servindo ao próximo, servimos ao Pai. Por isso devemos servir ao próximo com Amor. Devemos servir ao próximo sem vaidade ou interesse próprio.

E não importa no que acreditamos ou não acreditamos, apenas o Amor ao Próximo é o mandamento do Pai. Todo o restante é interesse, vaidade e leviandade do sistema.

Mas como sempre digo também, não creiam em mim nem no sistema, creia nas suas experiências; leia por você mesmo!

Se o que eu digo nestas palavras forem diferentes do que se encontra nas escrituras, então eu minto para você, mas se forem coerentes e de acordo com o que está nas escrituras, então o sistema mente!

Mas leia por você e não pelo sistema!

É importante compreender as Escrituras e o que seus profetas quiseram dizer. Foram mortos por suas palavras. E por quem foram mortos?

Pelo sistema religioso!

Judas vendeu Jesus por 30 moedas de prata, mas quem comprou?

O Sistema religioso!

Quem o julgou? Isso mesmo, o sistema religioso!

O sistema pode ter mudado de nome, mas continua o mesmo. Pode ter seus líderes com nomes e vestimentas diferentes, mas ainda são os mesmos!

Então temos Miqueias que afirma que o Pai deseja de nós Amor ao próximo e misericórdia; temos Jesus que afirma as escrituras e diz que o Pai quer Misericórdia e não sacrifício; temos TODOS os profetas e Jesus que afirmam que Amar ao próximo é o Mandamento deixado, nossa herança!

Então, aonde entram as religiões? Aonde entra o sistema nesta história toda?

Em nenhum lugar!

A escritura é simples porque é direta. O sistema ensina que ela é complicada, e que precisa de um intérprete, que são eles. Eles se enchem de algo que chamam de Espírito Santo, e por isso são eles que devem ensinar.

Oras! O espírito Consolador não foi derramado sobre todos?

Porque nesta hora são eles que o possuem? Mas quando é para te roubar, eles dizem que todos serão tocados pelo Espírito?

Tem algo errado e não é a Escritura, mas o sistema!

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *