Salomão no alto de sua sabedoria

imageJamais houve um dia neste mundo, em que a humanidade teve paz completa. Sempre desde que a história passou a ser contada, a busca pelo poder e riquezas dominaram a humanidade.

A separou por tipo de humanos, classes, etnias e nações. Mesmo dentro de uma nação sempre houve a separação por classe.

A humanidade é perdida desde o princípio, sua incapacidade de raciocínio em pró a um bem comum, a impede de realizar grandes feitos.

Preguiça de ler? Então ouça!

 

Não a toa, nas escrituras, encontramos as histórias de reis e conquistadores. Estes jamais pensaram no benefício nem mesmo do próprio povo, somente nos benefícios pessoais. Sem nenhuma exceção.

Assim como Saul e David, Salomão, estavam em constantes guerras entre nações e civis. São fatos narrados na própria escritura. Porém Salomão encontrou uma guerra diferente das guerras de seu pai.

Como costumamos afirmar e sem medo, a escritura não é a palavra de deus, mas nela contém os ensinamentos do Verbo e do Pai. Por isso tomar todas as ações escritas como a voz do Pai é errado e burrice. Basta ler para perceber que muitas das coisas narradas nada tem haver com a vontade do Pai. Aliás, a maior parte das coisas narradas nada tem com a vontade do Pai.

A vontade do Pai sempre foi simples, é o Amor entre as pessoas e para com as pessoas. Mas isso mostra que esta vontade estava apenas nas bocas dos profetas e na vida do Messias, pois o restante era a vontade das pessoas e de reis em primeiro lugar.

Ao entendermos porque o templo JAMAIS poderia ser estas igrejas falsas e de pedras fendidas, compreendemos coisas que o sistema ensina como obra verdadeira e dão fé, mas erram miseravelmente.

Quando David decide que iria construir uma casa para o Pai ele é advertido que não construirá esta casa e sim seu filho.

Porém o Pai adverte que a casa que seria sua moradia eterna, como o homem poderia edificá-la? mas que seu filho a edificaria para todas as gerações.

O Pai se refere não a Salomão, mas ao Messias e desta forma cumpre as escrituras proféticas que chamam ao Messias de filho de David.

O sistema joga a responsabilidade a Salomão, que não entendia nada do Pai e nem das coisas do Pai, porque ele edificou um prédio para ser chamado de TEMPLO e CASA do SENHOR.

A Escritura narra que Salomão foi advertido pelo Pai ELOHIN a não edificar um templo, pois o Pai jamais precisou de uma casa feita de pedra.

Este templo tinha como primícias guardar a Arca da Aliança e os tesouros sacerdotais. Mas o povo se esqueceu que a Arca era um tesouro temporário e que ela seria retirada do povo e suas leis escritas em pedra deveriam ser escritas no coração. Assim não haveriam mais templos, tesouros, arca nem nada.

imageSalomão insiste em edificar um templo e aqui fica mais que comprovado os  interesses pessoais.

Ele contrata um inimigo (do povo não de Salomão )para edificar o templo,  o Rei Hirão.

A este rei, Salomão concede grande parte de seu povo como ESCRAVOS para edificar o templo. Sim, como escravos, mas nas novas traduções colocam como servos para desviar sua atenção a isto.

Porém, Salomão como a seu Pai não entenderam que a palavra do pai a respeito da edificação da casa para que Ele habitasse entre o povo (ENTRE O POVO E NÃO ENTRE REIS), o Pai não se referia a Salomão mas ao Messias Jesus.

Mas uma coisa Salomão sabia, que o templo que ele havia levantado, Jamais o Pai habitaria nele e mesmo com raios e nuvens, se o Pai não habitaria nele, quem o habitou então?

Então falou Salomão: O Senhor disse que ele habitaria nas trevas.
Certamente te edifiquei uma casa para morada, assento para a tua eterna habitação.
1 Reis 8:12, 13

Como o Pai, Criador ELOHIN e Eterno, que é AMOR e LUZ, como habitaria nas trevas?

Mas, na verdade, habitaria Deus na terra? Eis que os céus, e até o céu dos céus, não te poderiam conter, quanto menos esta casa que eu tenho edificado.
1 Reis 8:27

Estão entendendo que a coisa não foi tão benéfica assim?

Eis que a clareza das palavras do Messias Jesus se tornam cada vez mais sérias contra o próprio sistema religioso.

imageQuando o templo foi erguido por Salomão, uma nova fase da história do povo de Israel surgiu. Passaram a ter oficialmente uma religião, o que eles  NÃO TINHAM!

Era necessário apenas seguir os Mandamentos.

Como os mandamentos não surtiram efeito de imediato, vieram as Leis de Moisés (de Moisés e não do Pai) e mesmo assim o povo era corrupto. Assim sendo, o Pai entregou a sua mensagem através dos seus Juízes, que aplicavam a Lei segundo Moisés. Mas era somente a Lei em estado civil.

Com a vinda de Saul, primeiro rei sobre Israel e logo David, a busca de poder iniciou de forma mais intensa, mas no período de Salomão o mundo estava em paz (Israel e cercanias pelo menos).

As guerras eram lucrativas e são até hoje, sem guerra os reinos perdiam lucro. Salomão no alto de sua sabedoria, criou o sistema mais complexo de ganho financeiro e material que já existiu, que se manteria em época de paz e de guerra. A RELIGIÃO!

PERCEBEM agora qual “deus” habita o templo fendido? Nada mais e Nada menos que o poderoso MAMON (Deus da fortuna e do ouro), o mesmo que até hoje em dia habita nestas novas igrejas rachadas.

Nas palavras do Cristo: “O Mundo Jaz no Maligno!”

Sabemos que somos do Pai, e que todo o mundo está no maligno. 1 João 5:19

imageJamais foi Salomão que edificou a verdadeira igreja, mas o Cristo. E tão pouco a igreja é o templo de pedra, mas o corpo que é a HABITAÇÃO DO PAI EM NÓS!

O Pai, o Verbo Criador, não habita nas trevas, mas Ele RESPLANDECE nas trevas!

RESPLANDECE e não se esconde entre fumaça e fumo!

Salomão cria os rituais litúrgicos e muitos são usados ainda nos dias de hoje. Criou as vestes sacerdotais que são usadas ainda hoje. Criou o culto a esculturas (mesmo não sendo deuses, mas são esculturas), coloca-se os querubins, adorados e venerados. 

Constrói o altar dos sacrifícios, mesmo sabendo que isto JAMAIS foi o que o Pai pediu.

Porque eu quero a misericórdia, e não o sacrifício; e o conhecimento do Pai ELOHIN, mais do que os holocaustos. Oséias 6:6

Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento. Mateus 9:13

Misericórdia é o perdoar, é o sacrifício é o dar sem esperar receber. É o Amor ao próximo!

“Ide a aprendei o que significa Misericórdia Quero e não sacrifício!”

Não há mais colocações neste texto, acredito que a mensagem foi passada de forma consoante com a verdade das escrituras, mas JAMAIS com a falsa verdade das igrejas do sistema religioso e seus líderes.

Postagens Relacionadas

One thought on “Salomão no alto de sua sabedoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *